O Guia do Guia

O Guia do CDF já tem onze anos! Nesse tempo, acumulou pouco mais de 50 postagens. Em média, foram apenas 4,8 postagens novas por ano. Na verdade, houve muito mais “repostagens” de páginas antigas que foram modificadas, divididas ou expandidas do que páginas novas.

É que nunca foi meu intento “engajar” visitantes ou acumular seguidores como nas redes sociais. Não quero que meu público-alvo (vocês, estudantes CDFs) retornem todos os dias, o ano inteiro, em busca de “novidades”. Porque eu entendo que a maior parte do seu tempo vocês tem que passar estudando em livros, não se entretendo na internet.

O comportamento que eu espero dos meus leitores é que vocês descubram o Guia ao pesquisar sobre melhores livros, técnicas de estudo, roteiros de preparação, talvez por indicação de colegas. E, uma vez que encontrem o que buscam e sanem suas dúvidas, sejam capazes de traçar um plano de estudo e segui-lo, sem precisarem retornar aqui toda hora. Quero ajudar vocês a ganharem autonomia nos seus estudos. Por isso, sempre procurei limitar a quantidade de postagens.

Mesmo assim, 50 e poucas postagens é uma quantidade razoável, equivalente a um pequeno livro. E como, diferente de um livro, num site com formato de blog os leitores podem começar a ler em qualquer página (geralmente na mais recente, mas não necessariamente), e passar para as outras em qualquer ordem, você pode ficar meio confuso, sem saber como “encaixar” um monte de recomendações dispersas em aparente aleatoriedade.

Por isso, resolvi fazer esta postagem, que ficará sempre no topo, para orientar os recém-chegados a fazer o melhor uso do Guia do CDF. É o “Guia do Guia”.

Se você procura inspiração e motivação para estudar, ou quer conhecer as técnicas de estudo mais proveitosas, consulte as Páginas Especiais aqui à direita. As cinco primeiras, mais motivacionais, constituem o “núcleo fundador” do Guia. Foram as primeiras que escrevi, mesmo que as datas delas não sejam muito antigas. (Elas foram repostadas várias vezes.) As quatro seguintes talvez sejam as mais importantes de todo o Guia, pois tratam de aspectos práticos de como se organizar para fazer seus estudos renderem ao máximo.

Se você busca orientações mais específicas sobre uma disciplina em especial, com dicas de melhores livros (e porque eu considero eles melhores), inclusive sugestões de sequência em que devem ser lidos, use as Categorias listadas à direita. Uma mesma postagem sobre uma determinada disciplina ou coleção pode estar incluída em mais de uma categoria, dependendo de como eu discuto o assunto. Você pode também, de dentro de uma postagem, passar para outra(s) semelhante(s) da(s) mesma(s) categoria(s).

Se você veio aqui à procura de um livro específico, pode ir direto à postagem Todos os Livros da Estante do CDF. Se você quiser saber porque um determinado livro está listado lá, procure entre as postagens da categoria Estante do CDF. (Mas nem todos os títulos disponibilizados na Estante do CDF fazem parte do Currículo do CDF, que descrevo a seguir.)

A parte mais ambiciosa daqui do Guia, porém, é a série de postagens que denominei Currículo do CDF. É simplesmente um roteiro completo com a sequência de livros (quase todos incluídos na Estante do CDF) que você deve estudar para entrar com os dois pés direitos numa boa universidade pública, qualquer que seja o seu curso. (Eu disse que era uma iniciativa ambiciosa…)

Na Apresentação do Currículo do CDF eu explico porque tomei essa iniciativa. Em Áreas de Interesse, eu descrevo uma visão geral do Currículo, conforme a área do conhecimento que o estudante pretende seguir na universidade. Você pode não saber ainda que curso vai seguir, mas com certeza já sabe que áreas do conhecimento mais te atraem. Pois bem, siga seu instinto…

As outras postagens do Currículo do CDF trazem as mesmas indicações, só que separadas por disciplinas: Currículo de Matemática, Currículo de Ciências, Currículo de Humanas, Currículo de Português, Currículo de Inglês. Eu também justifico minhas escolhas para cada disciplina nessas postagens. Porque talvez você já tenha seu planejamento de estudos razoavelmente pronto, e queira seguir apenas uma ou outra disciplina na sequência que eu recomendo.

Como você pode ver, aqui no Guia do CDF você não tem um pacote pronto que você precisa comprar na íntegra. Você pode escolher, de todas as dicas, conselhos e recomendações que eu faço, aquilo que você acha que pode ser útil pra você, que vai se encaixar na sua programação de estudos.

Por fim, você pode falar diretamente comigo nas seções de comentários em cada postagem. Tenho o maior prazer em tirar dúvidas e dar conselhos a estudantes interessados em aprender de verdade!

Tudo de graça. Sem anúncios irritantes. Sem telas de login. Sem firulas nem frescura. Papo reto. Respeitando sua inteligência!

6 comentários sobre “O Guia do Guia

  1. Me desculpe por incomodar (juro que será o último comentário meu aqui nesse artigo)
    Bem, eu segui sua dica e comecei a estudar a matemática do Paiva bem pelo início mesmo: a parte 0 do volume, com lógica e noções de proporções.
    Não vou mentir, diria que, em performance, estudei 70% do que eu poderia, ou seja, teve partes do estudo em que fiquei meio avulso ao conteúdo (eu sou muito distraído, infelizmente, oq piora pelo fato de que eu estudo pelo notebook e/ou pelo celular pois n posso estar comprando os livros em si).

    Acabei de ler a parte prática de o que funciona ou não pro estudo e percebi algo que talvez tenha dificuldade no estudo do Paiva: não seria meio entediante (e uma perca de tempo) estudar os assuntos que já vi relativamente recentemente?
    A provável resposta seja “sim”. No entanto, aí está um problema: quando eu saberei quando rever um assunto ou não?
    Um fardo que carrego é ser adolescente: quero tudo pronto (me desculpe por isso haha).
    Outra dúvida que tenho é: cono ter um estudo mais ativo tendo apenas um notebook e um celular? Posso te dizer que, quando leio os clássicos da literatura, prefiro mil vezes ler no papel. Infelizmente, pela quantidade de conteúdo, não posso comprar, assim como compro os livros de Machado, os que são didáticos.

    Queria muito ter essa minha mentalidade pra estudos e pra aquisição de conhecimento em geral (invejo muito você por desde cedo já se interessar). Mas enfim, não se pode chorar pelo leite derramado.

    Abraços Sertão, você é uma verdadeira inspiração.

    Curtir

    • Fico muito contente em “inspirar” de estudantes como você! Mas o sucesso nos estudos é feito mais de *transpiração* que de inspiração. Estudar é cansativo e, às vezes, entediante sim. Mas é como dizem os marombeiros: “no pain, no gain” (sem dor, sem ganho).

      Estudar o que você *pensa* que já sabe não é perda de tempo. É necessário estudar um mesmo assunto repetidas vezes, cada vez com maior profundidade, a fim de fixá-lo na memória permanente. (Quer dizer, pra aprender e não esquecer.) Então, trate de estudar o livro do Paiva na íntegra!

      Sobre o problema de estudar pelo notebook e o celular, realmente não é o ideal. Várias pesquisas já comprovaram que, para a maioria das pessoas, ler no papel é muito melhor para reter as informações. Mas ler em telas é melhor que não ler em lugar nenhum.

      Uma coisa que você pode fazer é, quando sentir que não está mais conseguindo prestar atenção no que está lendo nas telas, dar uma pausa de dez, quinze minutos, e fazer qualquer outra coisa nesse período, *menos olhar em telas*. (Quer dizer, não vale “descansar” conferindo suas redes sociais nem jogando um game…) Com o tempo, você vai aos poucos conseguir aumentar sua capacidade de concentração.

      E trate de mudar suas expectativas sobre a vida. O mundo não vai te dar nada pronto. É VOCÊ que terá de aprender a “aprontar” as coisas pra você da melhor maneira possível.

      Bons estudos!

      Curtir

  2. Olá Serjão, tudo bem contigo?
    Li algumas das coisas aqui no site e achei sua iniciativa bastante interessante mesmo.
    Como percebi que você tem muita propriedade quando aconselha as pessoas que veem buscar ajuda, eu também seria ser ajudado.
    Então, muito provavelmente passarei no Sisu 2022.1 no curso de Ciência da Computação.
    Eu sou um aluno mediano pra baixo, eu diria, em matemática, porém, amo a matéria. Assim, queria saber qual livro (já li recomendações do livro do Manoel Paiva, do Noções de Mat. e do Fundamentos da Mat.) seria melhor pra mim que vou entrar numa faculdade de exatas? (e que quero dominar boa parte da matemática do Ensino Médio pra não passar sufoco na universidade). Resumindo, queria uma recomendação de um livro de ótimo conteúdo porém não tão longo assim.
    Obs.: eu sei sim a matemática básica e parte dos assuntos (os mais simples) do Ensino Médio. Além disso, tenho uns 5 ou 6 meses até começar a estudar de fato na universidade, ou seja, um curto tempo pra conseguir “dominar” a matemática

    Curtir

    • Olá, Isaac. Infelizmente, não existem atalhos para a matemática. Livros com conteúdo e profundidade são extensos. Para o curso que você pretende fazer, no mínimo tem que ser o Paiva; e, idealmente, Paiva e depois FME. Se você se sente inseguro de começar a faculdade com o conhecimento de matemática que você pode conseguir em seis meses, o melhor seria você adiar a sua entrada na faculdade em um semestre, pelo menos. (Não conheço as regras do SISU: então, não sei se isso é possível.) Outra coisa que você pode fazer é começar a faculdade no prazo previsto e, se perceber que está com muita dificuldade em disciplinas como Cálculo e Álgebra, trancar a matrícula por um semestre e ficar estudando só matemática nesse tempo. Você não perde sua vaga desse jeito.

      Mas talvez você não precise se preocupar tanto. Não é de hoje que estudantes chegam despreparados na universidade, apesar de passarem no Enem. Em função disso, muitas universidades modificaram seus currículos, deixando as disciplinas de Cálculo e Álgebra para o segundo período, e no primeiro período dão uma matéria que chamam de Pré-Cálculo, que é basicamente a matemática do Ensino Médio. Verifique a grade curricular dos cursos de Ciência da Computação das universidades que você tem em vista, e confira. (As universidades costumam disponibilizar as grades dos cursos em seus sites, embora às vezes não seja fácil encontrar.)

      Bons estudos!

      Curtir

      • Muito obrigado pelo seu comentário, Serjão!
        Sobre os conteúdos mais “rápidos” que queria, realmente, não há atalhos, e mesmo pra livros mais condensados, como as apostilas de cursinhos como o do Bernoulli (os quais eu, sem nenhuma renda para pagar, possuo) são bem rasos e só, ao que parece, revisam os assuntos já apresentados no Ensino Médio.

        Acerca da grade curricular, de fato, as matérias de Cálculo só serão dadas no segundo semestre, e o primeiro assunto dado no primeiro semestre é “a matemática para programação”, que, como você disse, é a matemática do Ensino Médio necessária ao curso.

        Porém, ainda me resta uma dúvida, sobre o que é melhor, para uma pessoa na minha situação, fazer:
        1. Tentar fazer o Paiva e focar nos assuntos que ainda não vi
        2. Fazer o mesmo, mas com a coleção da FGV
        3. Algum livro (que você recomende) de Pré-Cálculo ou ainda os vídeos do Cláudio Possani do YouTube no canal da UNIVESP
        Devido às inúmeras possibilidades de livros disponíveis, eu acabo ficando perdido e não coloco a “mão na massa”, preocupado com o fato de não poder terminá-los no tempo pretendido.
        Mais uma vez, obrigado, seus posts são sensacionais!!

        Curtir

      • Dessas opções todas, eu ainda acho que a do Paiva tem a melhor cobertura e profundidade pra dar um embasamento. A coleção da FGV tem só a parte de Geometria Analítica, que usa a abordagem vetorial, que acho interessante estudar em complemento à Geometria Analítica mais tradicional do Paiva.

        E considerando que você terá uma disciplina equivalente ao Pré-Cálculo no primeiro semestre da faculdade, não vai ter problema se você terminar esses livros só depois de já terem começado as aulas. A disciplina de “Matemática para Programação” vai reforçar e consolidar o que você ainda estiver estudando em casa.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s